_Luta antirracista

Captura de Tela 2017-03-10 às 13.27.27

Rap marca nova fase da campanha Boto banca e exijo respeito

“Contra a violência, bote banca!” é a mensagem do rap da Subversão Feminista e de Mana Iná, de Goiás. A música e a batida destas mulheres marcam a nova fase da campanha Boto banca e exijo respeito! Pelo fim da violência contra as mulheres, da Universidade Livre Feminista em parcerias com coletivos de mulheres, organizações

coloquio-interseccionalidades

I Colóquio Raça e Interseccionalidades começa hoje com transmissão pela internet

Nos dias 31 de outubro e 01 de novembro de 2016, o grupo de pesquisa “Linguagens, Trabalho e Atividade de Formação”, especificamente como parte do projeto “Indexicalicades e Performances Discursivas de Raça, Gênero e Sexualidade em Contexto on/off-line”, sediará a primeira edição de um colóquio sobre raça. A temática que norteará este primeiro colóquio é

capa-estudo-CondMulheresNegras-728x1024

Breve levantamento sobre a situação das mulheres negras em Pernambuco

Para contribuir com a luta das mulheres negras, em Pernambuco e no Brasil, na difícil ação de denúncia e enfrentamento ao racismo, o SOS Corpo – Instituto Feminista para a Democracia, compilou e colocou à disposição este breve levantamento das Condições de Vida das Mulheres Negras em Pernambuco. A publicação é resultado da luta do

seraqueeracismo

SERÁ QUE É RACISMO?

Texto de Stephanie Ribeiro para Confeitariamag – 09 de dezembro de 2015. As redes sociais hoje são um campo de disputa de narrativas pelas chamadas minorias brasileiras, aqueles grupos que, mesmo sendo a maioria quantitativa, no que diz respeito à qualidade de vida, dignidade e aos direitos garantidos, tornam-se marginalizados socialmente. Quando nós usamos as

marcha-das-mulheres-negras

20 mil mulheres negras de todas as regiões do Brasil estarão reunidas, em Brasília, para marchar contra o racismo, a violência e pelo bem viver

A Marcha das Mulheres Negras Contra o Racismo, a Violência e pelo Bem Viver será realizada em Brasília – DF, dia 18 de novembro de 2015, com concentração a partir das 9h no Ginásio Nilson Nelson. Reunirá cerca de 20 mil mulheres de todos os estados e regiões do Brasil para marchar pela garantia de

marcha-videoconferencia-01

Assista o vídeo da Conferência sobre a Marcha das Mulheres Negras no Youtube

Como anunciamos, na última quinta-feira (22 de outubro de 2015) fizemos uma Video-Conferência com o tema “A Marcha das Mulheres Negras na atual Conjuntura”. Se você perdeu, é possível ver o vídeo no youtube: Para pular a apresentação do vídeo, é só ir para o minuto 3:10. E acompanhe, em breve teremos novidades sobre a

marcha-videoconferencia-01

VideoConferência discute a importância da marcha das mulheres negras na atual conjuntura

VIDEOCONFERÊNCIA : O significado da Marcha das Mulheres Negras na atual conjuntura O Comitê Impulsor da MMN-CE, o Fórum Cearense de Mulheres/AMB e a Universidade Livre Feminista convidam para a videoconferência, onde debateremos o significado da Marcha das Mulheres Negras na atual conjuntura, refletindo sobre a importância desta ação para a organização das mulheres negras

artigo_deboradiniz_correio

Taxa de homicídios de mulheres negras é mais que o dobro da de mulheres brancas

A taxa de mulheres negras vítimas de homicídios no país é mais que o dobro da de mulheres brancas. Para cada 100 mil habitantes, o número é de 7,2 e 3,2 respectivamente. Os dados estão no Diagnóstico dos Homicídios no Brasil: Subsídios para o Pacto Nacional pela Redução de Homicídios, divulgado hoje (15) pela Secretaria

nilma-lino-midias-negras

Nilma Gomes será a ministra do novo Ministério da Cidadania

A ministra Nilma Gomes (Igualdade Racial) assumirá o novo Ministério da Cidadania, que vai reunir as secretarias das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos. Integrantes do PT afirmaram que a deputada Benedita da Silva (PT-RJ) chegou a ser convidada, na noite de ontem, quinta-feira, para exercer a função, mas disse que precisava consultar a família

americanah_chimamanda

#leiamulheres especial mulheres negras: Americanah, de Chimamanda Ngozi Adichie

Chimamanda Ngozi Adichie é uma das jovens vozes de destaque da literatura norte-americana. Seu posicionamento crítico em relação à visão que o país tem sobre a África, assim como seu engajamento nas lutas feminista e antirracista tem chamado atenção pelo mundo. Seu último romance lançado no Brasil, Americanah, já é sucesso de vendas. É um