leia-mulheres

#leiamulheres especial mulheres lésbicas: Fun Home, Alison Bechdel

Nas últimas semanas, nós embarcamos na ideia de incentivar a leitura de livros escritos por mulheres. Fizemos uma série de indicações de livros de escritoras negras. Agora, aproveitando o embalo da Semana da Visibilidade Lésbica, vamos dar algumas dicas de livros escritos por mulheres e que tem personagens lésbicas como protagonistas da trama. A nossa

#leiamulheres especial mulheres negras: Americanah, de Chimamanda Ngozi Adichie

Chimamanda Ngozi Adichie é uma das jovens vozes de destaque da literatura norte-americana. Seu posicionamento crítico em relação à visão que o país tem sobre a África, assim como seu engajamento nas lutas feminista e antirracista tem chamado atenção pelo mundo. Seu último romance lançado no Brasil, Americanah, já é sucesso de vendas. É um

#leiamulheres especial mulheres negras: “Água de Cabaça”, de Elizandra Sousa

Lançado em outubro de 2012, a obra com 137 páginas, “Águas da Cabaça” é o novo livro da poetisa Elizandra Souza. Com ilustrações de Salamanda Gonçalves e Renata Felinto, a obra faz parte do projeto ‘Mjiba – Jovens Mulheres Negras em Ação’ e reúne textos de sete mulheres negras em diferentes protagonismos. E é nessa

#leiamulheres especial mulheres negras: “Amada”, Toni Morrison

Amada é o livro mais conhecido da escritora americana Toni Morrison, eleito em 2006 pelo New York Times a obra de ficção mais importante dos últimos 25 anos nos Estados Unidos. Amada nos apresenta a história de Sethe, uma ex-escrava que foge de uma fazenda em Kentucky em direção à casa de sua sogra Baby

#leiamulheres especial mulheres negras: “Um defeito de cor”, Ana Maria Gonçalves

Ana Maria Gonçalves escreveu um dos mais importantes romances da literatura brasileira sobre as mulheres negras: “Um defeito de cor”. Trata-se da primeira grande saga histórica em voz feminina no romance brasileiro. A nossa segunda indicação do #leiamulheres nos conta a história de uma africana idosa, cega e à beira da morte, que viaja da

#leiamulheres especial mulheres negras : “Olhos D’água”, Conceição Evaristo

Para comemorar o Dia 25 de Julho, inauguramos a nossa coluna #leiamulheres com uma dica imperdível: o novo livro da Conceição Evaristo, Olhos D’água. Publicado pela editora Pallas, com o apoio da Seppir, o livro é o quinto da escritora, aclamada internacionalmente pelo romance “Ponciá Vicêncio” (2003), já traduzido para o inglês e publicado nos

#leia mulheres, a Universidade Livre Feminista embarcou na ideia

No início de 2014, a escritora Joanna Walsh propôs o projeto #readwomen2014 (#leiamulheres2014), para incentivar a leitura de livros escritos por mulheres. A iniciativa parte da constatação da que os livros escritos por mulheres não tem a mesma visibilidade que os escritos por homens, o que prejudica o sucesso das escritoras e torna a literatura menos plural.