#leiamulheres especial mulheres negras : “Olhos D’água”, Conceição Evaristo

#leiamulheres especial mulheres negras : “Olhos D’água”, Conceição Evaristo

Para comemorar o Dia 25 de Julho, inauguramos a nossa coluna #leiamulheres com uma dica imperdível: o novo livro da Conceição Evaristo, Olhos D’água.

Publicado pela editora Pallas, com o apoio da Seppir, o livro é o quinto da escritora, aclamada internacionalmente pelo romance “Ponciá Vicêncio” (2003), já traduzido para o inglês e publicado nos Estados Unidos. Em breve, o livro contará com uma adaptação para o cinema, com direção de Luiz Antônio Pillar). Outro livro famoso da autora é “Becos da memória” (2006), onde assume a personagem da mãe-velha — a griot.

“Olhos d’água” é um volume de contos, que conta com histórias emocionantes, como “Luamanda”, “Zaíta esqueceu de guardar os brinquedos”, “A gente combinamos de não morrer”, “Di lixão”, “Ana Davenga”, “Os amores de Kimbá”, entre outras. Todas histórias emocionantes, em que os mais variados personagens choram e nos fazem chorar.

O livro está à venda pela internet, no site da editora, e em livrarias de todo o país.

Leia o livro de Conceição Evaristo e compartilhe a sugestão! Vamos mudar a cara da nossa literatura, valorizando o trabalho das nossas escritoras.

Como leitura complementar, recomendamos o ótimo texto de Regina Dacastagné para o Diário de Pernambuco, Para além da perspectiva do alpendre.

Sobre a autora:

conceic3a7c3a3o-evaristo

Nasceu numa favela da zona sul de Belo Horizonte e teve que conciliar os estudos com o trabalho como empregada doméstica, até concluir o curso normal, em 1971, já aos 25 anos. Mudou-se então para o Rio de Janeiro, onde passou num concurso público para o magistério e estudou Letras na UFRJ. É mestra em Literatura Brasileira pela PUC-Rio, e doutora em Literatura Comparada pela Universidade Federal Fluminense. Estreou na literatura em 1990, com obras publicadas na série Cadernos Negros, publicada pela organização. Atualmente leciona na UFMG como professora visitante.

 

Saiba mais sobre o #leiamulheres e compartilhe essa ideia 🙂

 

leiamulheres

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

nove − 6 =

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>