Metodologia

O projeto da Universidade Livre Feminista está sempre em construção, o que se reflete na nossa metodologia. Como se trata de uma proposta educativa do feminismo, pretendemos que ela continue assim. As práticas e experiências da Universidade Livre serão aquelas que formos construindo e compartilhando colaborativamente. Até o momento, nosso foco vem sendo a formação online, com uma metodologia centrada no diálogo, estudo e compartilhamento de práticas e reflexões coletivas. Temos buscado promover o autoconhecimento, assim como o encontro, o cuidado e o acolhimento entre as participantes.

Women in Côte d'Ivoire Celebrate International Women's Day

A práxis educativa feminista é a nossa base metodológica. Nela, a experiência vivida a partir das relações sociais de gênero, raça e sexualidade tem um lugar central, fazendo valer a máxima “o pessoal é político”. A práxis educativa feminista, por sua vez, tem fortes referências na pedagogia de Paulo Freire, o que significa que acreditamos que o diálogo e a experiência dos sujeitos são geradores de um processo reflexivo e de autoconscientização voltado para uma ação transformadora da realidade.

Estes são, portanto, temas que compõem e/ou comporão o conjunto de atividades desenvolvidas pela Universidade Livre, em diálogo com outros elementos que dizem respeito à situação sociopolítica das mulheres e ao feminismo antirracista e anticapitalista que intentamos construir. Na plataforma dos cursos oferecidos, é possível ter acesso a textos, vídeos e publicações diversas, além de podermos produzir e compartilhar conhecimentos e outras produções em diversas linguagens.

 

Mas queremos ir além, criando um espaço de ensino-aprendizagem que, utilizando novas tecnologias de informação e comunicação, mescle recursos de Educação à Distância (EAD) e processos presenciais de educação e mobilização dos movimentos sociais, em especial, os movimentos feministas. Pretendemos assim, operar como uma rede social, de comunicação, informação e formação feminista libertária.