Diálogo Mulheres em movimento – Direitos e novos rumos

Feminismo para o Enfrentamento à violência contra as mulheres

Hoje, dia 2 de dezembro de 2016, realizaremos Logo mais a noite teremos nossa Conferência Feminismo para o enfrentamento à violência contra as mulheres, no Instituto Rose Marie Muraro, Rio de Janeiro. Participarão como debatedoras Nilcea Freire, Vilma Piedade, Eleutéria Amora e Marcelle Decothé. Marcelle Decothé é mulher preta e periférica, feminista negra que luta

Univ. Livre Feminista fará conferência sobre enfrentamento à violência contra as mulheres no Rio

A conferência será gratuita e reunirá ativistas feministas com experiências diversas no tema da violência doméstica contra as mulheres. Estão confirmadas como debatedoras Nilcea Freire, Vilma Piedade, Marcelle Decothé e Eleutéria Amora. Num cenário de golpe, desmonte das políticas de enfrentamento à violência contra as mulheres e dos espaços de participação, refletiremos sobre as estratégias

Boto Banca e Exijo respeito!

A campanha “Boto banca e exijo respeito pelo fim da violência contra as mulheres” tem como objetivo evidenciar as diversas práticas cotidianas de resistência das mulheres a todas as formas de violência e contribuir, a partir de uma perspectiva feminista e antirracista, para o enfrentamento à violência doméstica. Ela faz parte do ciclo de reflexões e debates que a

Fim do processo eleitoral comprova: esquerda recuou e o fundamentalismo religioso ganhou força

I Colóquio Raça e Interseccionalidades começa hoje com transmissão pela internet

Nos dias 31 de outubro e 01 de novembro de 2016, o grupo de pesquisa “Linguagens, Trabalho e Atividade de Formação”, especificamente como parte do projeto “Indexicalicades e Performances Discursivas de Raça, Gênero e Sexualidade em Contexto on/off-line”, sediará a primeira edição de um colóquio sobre raça. A temática que norteará este primeiro colóquio é

Diálogos Feministas debaterá o tema da Violência entre diferentes gerações feministas

#nosotrasparamos: mulheres argentinas contra o ajuste fiscal e o feminicidio

Cerca de 300 organizações feministas e sindicais argentinas convocaram uma greve de uma hora nesta quarta-feira (13h-14h), 19 de outubro, contra os feminicídios e o ajuste fiscal promovido pelo governo Macri. Mulheres de todo o país devem sair às ruas aderindo à convocação feita pela hashtag #NosotrasParamos. Feministas chilenas e mexicanas também farão uma série

Dossiê sobre criminalização das mulheres pela prática do aborto no Brasil

No dia 28 de setembro, dia Latino-Americano de Luta pela Descriminalização do Aborto, a Frente Nacional Contra a Criminalização das Mulheres e pela Legalização do Aborto lançou o dossiê Criminalização das mulheres pela prática do aborto no Brasil (2007-2015), que aborda o contexto de normatização sobre aborto, as estratégias e ações de criminalização das mulheres

Virada feminista online debate a legalização do aborto na internet