Mulheres Negras

Odailta Alves, uma escritora de “letras pretas”

Por Malu Oliveira para Terra Literária. Para acessar o conteúdo na íntegra, clique aqui. “Com minha mãe, minha  avó, mulheres negras eu aprendi a ler o mundo”. (…) “Minha poesia sangra e mancha as páginas do colonizador”. Em 14 de julho de 1979, nasceu a menina Odailta, da barriga de Amara Alves, no bairro de

Mulheres Negras e a (Não) Efetivação dos Direitos Humanos

Por Terlúcia Silva* para Brasil de Fato Link para matéria original: https://www.brasildefato.com.br/2019/12/12/artigo-or-mulheres-negras-e-a-nao-efetivacao-dos-direitos-humanos/ A Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH) completa 71 anos em 10 de Dezembro de 2019. Criada no contexto pós-segunda Guerra Mundial, a DUDH foi proclamada durante a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em 1948. Considerada a “Carta Magna” dos direitos humanos em nível mundial tem influenciado

Rap marca nova fase da campanha Boto banca e exijo respeito

“Contra a violência, bote banca!” é a mensagem do rap da Subversão Feminista e de Mana Iná, de Goiás. A música e a batida destas mulheres marcam a nova fase da campanha Boto banca e exijo respeito! Pelo fim da violência contra as mulheres, da Universidade Livre Feminista em parcerias com coletivos de mulheres, organizações

SERÁ QUE É RACISMO?

Texto de Stephanie Ribeiro para Confeitariamag – 09 de dezembro de 2015. As redes sociais hoje são um campo de disputa de narrativas pelas chamadas minorias brasileiras, aqueles grupos que, mesmo sendo a maioria quantitativa, no que diz respeito à qualidade de vida, dignidade e aos direitos garantidos, tornam-se marginalizados socialmente. Quando nós usamos as

Marcha das Mulheres Negras contra a direita

Trecho do artigo de Carmen Silva, da Coletiva Dinamizadora da Universidade Livre Feminista, no site do SOS Corpo – Instituto Feminista para a Democracia. Para ler artigo completo, clique aqui. ‘Fora Cunha!’ não se refere só ao presidente da Câmara dos Deputados, mas também a todos aqueles que o seguem e que querem fazer deste

Assista o vídeo da Conferência sobre a Marcha das Mulheres Negras no Youtube

Como anunciamos, na última quinta-feira (22 de outubro de 2015) fizemos uma Video-Conferência com o tema “A Marcha das Mulheres Negras na atual Conjuntura”. Se você perdeu, é possível ver o vídeo no youtube: Para pular a apresentação do vídeo, é só ir para o minuto 3:10. E acompanhe, em breve teremos novidades sobre a

VideoConferência discute a importância da marcha das mulheres negras na atual conjuntura

VIDEOCONFERÊNCIA : O significado da Marcha das Mulheres Negras na atual conjuntura O Comitê Impulsor da MMN-CE, o Fórum Cearense de Mulheres/AMB e a Universidade Livre Feminista convidam para a videoconferência, onde debateremos o significado da Marcha das Mulheres Negras na atual conjuntura, refletindo sobre a importância desta ação para a organização das mulheres negras

Taxa de homicídios de mulheres negras é mais que o dobro da de mulheres brancas

A taxa de mulheres negras vítimas de homicídios no país é mais que o dobro da de mulheres brancas. Para cada 100 mil habitantes, o número é de 7,2 e 3,2 respectivamente. Os dados estão no Diagnóstico dos Homicídios no Brasil: Subsídios para o Pacto Nacional pela Redução de Homicídios, divulgado hoje (15) pela Secretaria

Relato da Marcha do Orgulho Crespo (SP)

O site “Nós mulheres da Periferia” publicou um relato bem legal da Marcha do Orgulho Crespo, que aconteceu em São Paulo no último dia 25 de julho (Dia da mulher afro latino-americana e caribenha). A Primeira Marcha do Orgulho Crespo que aconteceu no último sábado (25) na Avenida Paulista foi acima de tudo acolhedora e fraterna.

#leiamulheres especial mulheres negras: “Um defeito de cor”, Ana Maria Gonçalves

Ana Maria Gonçalves escreveu um dos mais importantes romances da literatura brasileira sobre as mulheres negras: “Um defeito de cor”. Trata-se da primeira grande saga histórica em voz feminina no romance brasileiro. A nossa segunda indicação do #leiamulheres nos conta a história de uma africana idosa, cega e à beira da morte, que viaja da