Em debate

Laerte faz resenha em quadrinhos de livro sobre a teoria de Judith Butler

A irmã outsider Audre Lorde

Questões geracionais no feminismo

Origem da palavra feminismo

A historiadora e filósofa francesa Geneviève Fraisse, em seu livro “Musa da razão: a democracia excludente e a diferença dos sexos” (1989), afirma que o adjetivo “feminista”, foi utilizado pela primeira vez para fins políticos e jornalísticos por Alexandre Dumas Filho, em seu panfleto “O homem-mulher”, de 1872, um escrito no qual debate, entre outros

Periódicus lança cartografia dos estudos queer na Ibero-América

A Revista Periódicus lança seu primeiro número com uma cartografia dos estudos queer na ibero-américa, demarcando seu objetivo de ser a primeira revista dedicada somente à publicação de textos sobre estudos queer em língua portuguesa e espanhola. Como diferencial da revista, destaca-se a abertura a diversas formas de textos e temáticas. Segundo Leandro Colling, responsável pela edição,

20 anos sem Lélia Gonzalez

Donna Haraway e o manifesto ciborgue

Hoje, 6 de setembro, é aniversário Donna Haraway. Biologa e feminista, Haraway é professora de História da Consciência na Universidade da Califórnia, em Santa Cruz. Seus trabalhos influenciaram os chamados Estudos Culturais e Estudos de Mulheres (como a Teoria Literária e Filosofia). Seu trabalho mais famoso é o “Manifesto ciborgue”, originalmente publicado na Socialist Review,

Professoras da UnB lançam caderno de ensaios sobre feminismo

Estudos Feministas e de gênero: articulações e perspectivas reúne os trabalhos apresentados em sessões de conferência e mesas redondas do II Colóquio de Estudos Feministas e de Gênero: Articulações e Perspectivas, realizado na Universidade de Brasília (UnB), no período de 28 a 30 de maio de 2014. Organizado por Cristina Stevens, Susane Rodrigues de Oliveira