Encontros Feministas

Debate com feministas da América Latina terá transmissão online

III EFLAC: Bertioga, Brasil (1985)

Do Encontro realizado de 31 de julho a 4 de agosto, participaram cerca de 840 feministas. Na programação, as atividades de discussão passaram a ser simultâneas e reduziu-se o número de plenárias. Uma comissão Organizadora autônoma se propôs a preparar o Encontro mediante um processo participativo. Através de um formulário de pré-inscrição, as feministas foram

II EFLAC: Lima, Peru (1983)

I EFLAC: Bogotá, Colômbia

Os preparativos para este Encontro começaram em maio de 1980 e foram marcados por intensos debates. Seus objetivos eram: “Fazer uma reunião de mulheres latinoamericanas comprometidas com uma prática feminista, para trocar experiências, opiniões, identificar problemas e avaliar as distintas práticas desenvolvidas, assim como planejar tarefas e projetos para o futuro. A participação será individual,

Antecedentes dos Encontros Feministas Latinoamericanos

– 1910: I Congresso Feminino Internacional, Buenos Aires (Argentina). – 1916: Primeiro Congresso Feminista de Yucatán (México) – 1978: Primeiro Encontro Nacional de Mulheres, Medellín (Colômbia).     Referências: ENCUENTROS FEMINISTAS LATINOAMERICANOS Y DEL CARIBE: APUNTES PARA UNA HISTORIA EN MOVIMIENTO, de Alejandra Restrepo e Ximena Bustamante.  Los Congresos Feministas de Yucatán en 1916 y su influencia

Marcha Mundial das Mulheres realiza 4ª ação internacional

13o Encontro Feminista Latino-Americano (2014) – O que teve?

Acompanhe o Encontro Feminista na radio

Quer acompanhar o EFLAC pela Web? Todos os dias do Encontro, entre 16h e 20h (Horário de Brasília) a rádio web oferecerá uma experiencia de comunicação feminista participativa e comunitária. É só acessar www.13eflac.org, em espanhol. Durante as manhãs, também sera possível acompanhar as plenárias via streaming. A programação, no horário de Brasília, é: De

Cobertura comunicativa colaborativa e feminista do 13o Encontro Feminista Latino-Americano e Caribenho

Questões geracionais no feminismo