Legalização do aborto

2º Festival pela Vida das Mulheres

A publicação Trajetórias e Argumentos Feministas pelo Direito ao Aborto no Brasil foi lançada nesta segunda, 27, no Recife/PE, dentro da programação do 2º Festival Pela Vida das Mulheres. A publicação reúne os principais argumentos apresentados por dez organizações feministas, nas petições de Amicus Curiae, a favor da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF)

Frente Nacional promove Esquenta pela Legalização do Aborto

Aberto novo período de inscrições para o 14o. EFLAC

Dossiê sobre criminalização das mulheres pela prática do aborto no Brasil

No dia 28 de setembro, dia Latino-Americano de Luta pela Descriminalização do Aborto, a Frente Nacional Contra a Criminalização das Mulheres e pela Legalização do Aborto lançou o dossiê Criminalização das mulheres pela prática do aborto no Brasil (2007-2015), que aborda o contexto de normatização sobre aborto, as estratégias e ações de criminalização das mulheres

Virada feminista online debate a legalização do aborto na internet

Feministas entregam mais de 80 mil assinaturas contra o PL 5069/2013

Hoje, Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra a Mulher, organizações da Frente Contra a Criminalização das Mulheres e pela Legalização do Aborto (Frente) e apoiadoras, foram à sessão ordinária da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados entregar a Petição “Você vai aceitar isto?” Hoje com quase 90 mil assinaturas,

PLC 5069/2013, que retira de direitos de vítimas de abuso sexual, é retirado da pauta da CCJ

Proposta restringe atendimento no SUS a vítimas de violência sexual, obrigando-as a registrar ocorrência e fazer exame no IML antes de serem acolhidas em unidades de saúde, além de mudar a concepção de violência sexual. A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara Federal aprovou requerimento da deputada federal Erika Kokay (PT-DF) pela retirada

Feminista nicaraguense Teresa Blandón compartilha consequências perversas da proibição total do aborto em seu país

“Apoiar que haja no país uma legislação sobre o aborto não é banalizar a vida”, afirma presidenta da ONG Católicas pelo Direito de Decidir em audiência pública

Em audiência pública na última quarta-feira, sobre SUG 15 de 2014, que regula a interrupção voluntária da gravidez, dentro das doze primeiras semanas de gestação, Maria José Rosado se posiciounou pelo direito de escolha das mulheres. Gostaria de iniciar, falando de maternidade. Pode parecer estranho que, discutindo uma proposta que torna o aborto legal, dentro