Direito ao nosso corpo

Dossiê sobre criminalização das mulheres pela prática do aborto no Brasil

No dia 28 de setembro, dia Latino-Americano de Luta pela Descriminalização do Aborto, a Frente Nacional Contra a Criminalização das Mulheres e pela Legalização do Aborto lançou o dossiê Criminalização das mulheres pela prática do aborto no Brasil (2007-2015), que aborda o contexto de normatização sobre aborto, as estratégias e ações de criminalização das mulheres

Virada feminista online debate a legalização do aborto na internet

Feministas entregam mais de 80 mil assinaturas contra o PL 5069/2013

Hoje, Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra a Mulher, organizações da Frente Contra a Criminalização das Mulheres e pela Legalização do Aborto (Frente) e apoiadoras, foram à sessão ordinária da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados entregar a Petição “Você vai aceitar isto?” Hoje com quase 90 mil assinaturas,

Sobre o mofado miolo de pão: carta a uma aluna

Há algumas semanas, circulou pelas redes sociais uma imagem que denunciava que as mulheres de penitenciárias femininas usavam miolo de pão como absorventes internos, motivada pela divulgação do livro “Presos que menstruam”, da jornalista Nana Queiroz. A imagem causou grande comoção e diversas campanhas para arrecadação de absorventes foram feitas, embora a Secretaria de Administração

Arte e Política: espaço para abortar na 31a Bienal de São Paulo

Semana de luta pela legalização do aborto – O que teve?

2014 O blog 28 dias pela vida das mulheres publicou várias coisas bacanas que vale a pena conferir. Destacamos: “Clandestinas” Misturando ficção e realidade, o documentário mostra relatos de aborto no Brasil. Produzido por comunicadoras feministas, tem como objetivo desmistificar ideias sobre o perfil das mulheres que abortam. A sessão de vídeo do blog tem outras

Blogueiras lançam memes com perfil das mulheres que abortam

Entidades e redes aderem à carta da Relatoria de Saúde Sexual e Reprodutiva sobre o Caso Alyne

A Relatoria do Direito à Saúde Reprodutiva da Plataforma Dhesca enviou no dia 10 de agosto de 2012, na data do aniversário da decisão do Comitê CEDAW, carta às autoridades brasileiras solicitando providências imediatas para a implementação das recomendações do Comitê CEDAW pelo governo brasileiro, juntamente com outras entidades parceiras. Na sequência, várias outras organizações

Dilma sanciona projeto que garante atendimento a vítimas de estupro

“Fiz dois abortos e não me culpo”, afirma a jornalista Marina Caruso