Participação Social

[INESC] PPA da crise: bonito no papel, inviável na prática

No artigo “PPA da crise: bonito no papel, inviável na prática”, Carmela Zigoni, assessora política do Inesc, afirma que o novo Plano Plurianual do governo federal é frustrante porque tudo que ele promete para políticas públicas que valorizam os direitos de negros, mulheres, jovens e indígenas, está inviabilizado pela Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2016.

Conferência Nacional Popular: em defesa da democracia e por uma nova política econômica

5 de setembro de 2015 * das 9h as 20h Assembleia Legislativa de Minas Gerais * Belo Horizonte Reunidos no dia 10 de agosto de 2015, militantes de movimentos populares, sindicais, da juventude, negros e negras, mulheres, LGBT, pastorais e partidos políticos, intelectuais, religiosos e artistas reafirmamos a necessidade de derrotar a ofensiva das forças

Encontro Nacional e Popular pela Constituinte vai reunir movimentos em Belo Horizonte

No próximo dia 4 de setembro será realizado, em Belo Horizonte, o Encontro Nacional e Popular pela Constituinte. O evento reunirá cerca de 1000 ativistas e marca um ano da realização do Plebiscito Popular, quando quase 8 milhões de pessoas disseram SIM à Reforma Política por meio de uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema

NENHUM DIREITO A MENOS, DEMOCRACIA SE FAZ COM DIÁLOGO E PARTICIPAÇÃO

O Brasil começou a dar seu salto para o futuro com a implementação de uma série de políticas públicas em prol da igualdade, todas elas no contexto mundial das lutas populares e democráticas. Em especial com a realização de diversas Conferências mundiais contra o racismo (Durban em 2001), pela emancipação das mulheres (Pequim,1995), pelos direitos

Manifestação pede maior participação das mulheres na política

A Articulação das Mulheres Brasileiras fez hoje manifestação no Salão Verde da Câmara pedindo a participação mais ampla das mulheres na política. Também participaram do evento representantes da comissão tripartite que analisa mudanças na legislação eleitoral para permitir a ampliação da participação feminina nos cargos de representação política.