Todos os posts

Maria da Penha só vai sair do papel quando o Estado se preparar para isso, diz feminista

A violência doméstica e familiar contra a mulher, traço mais evidente e cruel do machismo, passou a ser tipificado na lei como crime há três anos, após a luta de Maria da Penha, que, depois de 20 anos sofrendo agressões do marido, resolveu denunciar o caso para o Estado e no cenário internacional, apoiada por movimentos

Oficinas de Formação para o Monitoramento das Políticas Públicas de Enfrentamento da Violência Contra a Mulher

CRIOLA e CFEMEA convidam você a se inscrever nas Oficinas de Formação para o Monitoramento das Políticas Públicas de Enfrentamento da Violência Contra a Mulher que faz parte do Projeto Participação das Mulheres no Acompanhamento da Política Nacional de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres, uma parceria CRIOLA, CFEMEA com o apoio da AVINA.

Rotas da exploração sexual na Amazônia

Em pouco mais de cinco anos, o disque contra exploração sexual registrou 14 mil denúncias na Amazônia Legal.  A região é também a principal rota do tráfico de mulheres no Brasil.  Para especialistas, a impunidade, a migração e a falta de políticas públicas são algumas das causas do problema. Fabíola Munhoz, do Amazônia.org.br

MARIA DA PENHA / DF segue no topo de denúncias

A lei que combate a violência contra a mulher trouxe avanços, mas o crime continua a ocorrer. Especialistas defendem não apenas a punição, como o atendimento aos agressores para evitar a reincidência

Quero Participar

Há várias formas de participar da Universidade Livre Feminista. Sempre haverá um meio para você vir conosco nessa caminhada contra o machismo, o racismo ou qualquer outra forma de dominação e fundamentalismo. A Universidade Livre Feminista é um espaço de formação das mulheres feministas, de estudos e ação pela construção de uma sociedade justa, sem

Mulheres: Mudar estereótipos é o mais necessário

Para exercerem seus direitos, é preciso mudar a imagem negativa das mulheres em algumas sociedades, disse à IPS Naela Gabr, presidente do Comitê para a Eliminação da Discriminação contra a Mulher (Cedaw). Especialistas deste órgão vinculado à Organização das Nações Unidas avaliarão até 7 de agosto a situação dos direitos femininos em 11 países. O

Ação Educativa debate Estado Laico e o Acordo entre o Brasil e a Santa Sé

Discutindo se a legislação do país vive um “conflito explícito ou convivência pacífica”, o debate acontece no dia 13 de agosto com representantes de diversos segmentos da sociedade em São Paulo

Ouça entrevista dada à rádio CBN pela Profa. Dra.Roseli Fischmann (USP) sobre a inconstitucionalidade da Concordata Brasil-Santa Sé (Vaticano)

Ao firmar um acordo com o Estado brasileiro, a Santa-Sé (Vaticano) valeu-se da prerrogativa de apresentar-se como Estado para estabelecer uma relação de privilégio na sociedade brasileira frente a outras religiões. Esse acordo é um evidente anacronismo referido a um contexto histórico de cristandade há muito superado.

Impedimento de aborto de anencéfalo expõe que não há defesa da vida

TORTURA: A maioria dos países aprova a realização de aborto de anencéfalos. No Brasil, a realização é proibida mesmo sem ter vida a estar sob tutela do estado.

Padres abusaram de 2 mil crianças

Relatório sobre assédio e violência sexual contra menores em instituições católicas choca o país e “envergonha profundamente” os líderes da Igreja. Culpados foram transferidos sem sofrer punição