Universidade sem violência: um direito das mulheres

Card com fundo rosa e laranja. Em amarelo e azul, lê-se Universidade sem violência: um direito das mulheres. Ilustrações de quatro mulheres com cartazes.
As discussões sobre violência contra as mulheres no Brasil fazem parte dos grandes temas da contemporaneidade. Atreladas a esse debate, reacendem--se, nas esferas governamental, acadêmica e dos movimentos sociais, reflexões sobre os vários tipos dessa violência

Prosa feminista: pesquisa de mulheres para mudar o mundo

A Universidade Livre Feminista tem uma novidade pra te contar, é sobre uma nova série que vai rolar no Instagram: Prosas feministas: pesquisas de mulheres para mudar o mundo. São lives de até 30 minutos, sempre na primeira terça-feira do…

Cuidado e autocuidado entre ativistas – Diálogos Virtuais

A publicação Cuidado e autocuidado entre ativistas – Diálogos Virtuais apresenta uma síntese do processo realizado pelo CFEMEA com ativistas de todo o Brasil, em 2018. As práticas de cuidado e autocuidado têm sido formas de conhecermos melhor a nós…

Infraestruturas Feministas na construção de um novo mundo

No dia 13 de março, às 15h, acontece a primeira live no Youtube da MariaLab para o lançamento de duas importantes guias sobre infraestruturas autônomas. Um material construído a muitas mãos feministas e que traz em si o acúmulo de aprendizados, trocas e redes tecidas ao longo dos últimos anos.

Feminismo com quem tá chegando

Nós, na Universidade Livre Feminista, entendemos o feminismo como um movimento social e uma linha de pensamento, baseada em práticas e perspectivas teóricas elaboradas ao longo dos séculos. Acreditamos que não temos como “ensinar feminismo” para ninguém. O que fazemos é compartilhar conhecimentos, experiências e práticas entre nós.

Odailta Alves, uma escritora de “letras pretas”

Por Malu Oliveira para Terra Literária. Para acessar o conteúdo na íntegra, clique aqui. “Com minha mãe, minha  avó, mulheres negras eu aprendi a ler o mundo”. (…) “Minha poesia sangra e mancha as páginas do colonizador”. Em 14 de…