Por que homens e mulheres sofrem de formas diferentes?

Por que homens e mulheres sofrem de formas diferentes?

Nestas vídeo-aulas, a professora Valeska Zanello (UnB), ensina como o gênero cria caminhos privilegiados de subjetivação, o que levaria as mulheres a terem uma relação identitária com o amor e a maternidade. Já os homens, seriam levados a terem uma relação identitária com a performance sexual e do trabalho. Apesar de todas as “tecnologias de gênero” (filmes, músicas, repetição de comportamentos, etc) que, segundo a autora, nos submetem a esta lógica, é possível criarmos performances subversivas.

Módulo I- Saúde mental e gênero (introdução).

Módulo II- Mulheres e dispositivos amoroso e materno.

Módulo III- Homens e dispositivo da eficácia.

*Vídeos aulas sobre “Saúde mental e Gênero”, gravados para o ORIENTAPSI, pelo Conselho Federal de Psicologia.

Sobre a professora:

CURSO-GENERO

Valeska Zanello é Professora adjunta do Departamento de Psicologia Clínica (PCL) do Instituto de Psicologia da Universidade de Brasília, Brasil.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>