“Uma mortalha de papel para aqueles que não têm sepultura” 

“Uma mortalha de papel para aqueles que não têm sepultura” 

Estamos começando um novo projeto no Instagram sobre livros escritos por mulheres e literatura! A cada sexta-feira, a ideia é conversar um pouco com quem nos acompanha nesta rede social sobre uma obra que consideramos relevante para nossos debates e lutas feministas.
Em maio, estamos falando de obras que discutem a maternidade a partir de perspectivas diferentes. O primeiro livro foi Um amor conquistado: o mito do amor materno, de Elizabeth Badinter, e hoje nosso post no Instagram foi sobre o A mulher dos pés descalços, de Scholastique Mukasonga. Abaixo reproduzimos o que publicamos por lá:

O livro A mulher dos pés descalços, da autora ruandesa Scholastique Mukasonga, foi escrito em memória de sua mãe, Stefania. Simboliza esta mortalha para uma filha que não conseguiu enterrar a mãe com dignidade. A obra de Mukasonga traz a força, a dor e principalmente a resistência das Mães-Guerreiras que lutaram pela sobrevivência da etnia tutsi, durante a Guerra Civil de Ruanda.A mãe de Mukasonga foi uma entre as milhares de pessoas de sua etnia assassinadas durante o conflito, no início da década de 1990.

 
A Mulher dos pés descalços é, entre muitas questões, também um retrato de como a maternidade se apresenta de forma diferenciada para as mulheres negras, seja qual for o contexto. 
 
Num mês em que debatemos a maternidade e também o racismo a partir da mentira da Lei Áurea, vale a pena refletir. De que maternidade estamos falando? A partir de que pontos de vista e privilégios?
O livro foi lançado em 2008 e publicado no Brasil pela primeira em 2017, pela Editora Nós, com tradução de Marília Garcia. Scholastique Mukasonga esteve no Brasil durante a Festa Literária Internacional (Flip), no ano passado, e o debate foi muito rico. Aproveitamos para recomendar um texto bem legal sobre a autora e o livro no site das Valkirias.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>